Phantom Dust is a video game for the Xbox console. It was developed by Microsoft Game Studios, produced and directed by Yukio Futatsugi, director of the critically acclaimed Panzer Dragoon for Sega Saturn. It was licensed for release in the U.S. by Majesco. Phantom Dust is a pseudo-card-based action/strategy game in which the player collects skills (over 300 total) and takes missions to attempt to discover why Earth is in the condition it is. Players construct "arsenals" (similar to decks of cards) from their acquired skills and then use them to battle against other players. The game incorporates strategy and action elements in to a game that requires both mental and reflexive skill. The game remains a cult hit. The Xbox Live servers no longer support Online Multiplayer for Phantom Dust, or any other Xbox Original game.


Also in series

Phantom Dust
Phantom Dust

Released on

Genres


More Info on IGDB


Reviews View More

Jogo espetacular que não é pra mim!!!
Eu tenho um profundo amor por esse jogo, de verdade, mas eu não consigo jogar ele porque meu cérebro é pequeno demais.
TU VIVERÁS ETERNO NO MEU CORAÇÃO, PHANTOM DUST.

This review contains spoilers

Those closest to you are gone- you yourself might soon follow. But what if you remade them and yourself out of sand, and built a city out of sand for them to live in.
Is any of it real?

This review contains spoilers

It's a 2.5 star, but like a good one. Conceptually the game is amazing in both gameplay and setting. The mix of ccg and real time battles is great, and it's post apocalyptic world filled with amnesiac espers is really unique. However i felt like finding missions by running around the hub to be tedious, though there is sometimes new dialogue from npc's. Some battles being kinda irritating, and enemies with dodge rolling being particularly annoying. It felt hard for me to be fully engaged in the game when i was stuck playing against a.i. in a game thats clearly made for multiplayer. It wouldn't have been as much of an issue if there was more of the story, which i did really enjoy, but only has any major advancements at the very end of each chapter. I would love to try out more games that have similar gameplay as this, because i feel like it can be done even better.

JOGASSO PQP QUE ME PARIU PEAK COMBAT

E se os jogos de cartas que conhecemos hoje, na verdade, nos imergisse em uma grande arena totalmente 3D e pudessemos usar as habilidades dessas cartas em um combate de ação em tempo real? É isso que Phantom Dust trouxe em 2004... e é sobre ele que dedico essa thread!

Em 2004 com já três anos de vida do Xbox Original a Microsoft pra crescer no mercado investiu muito no mercado japonês e no meio desse investimento surgiu a Microsoft Game Studio Japan lançando Phantom Dust, ou seja, é um jogo 100% criado pela Microsoft.

De início, vou falar sobre a criação desse game, não somente seu conteúdo, mas quem o criou também. O diretor do jogo, Yukio Futatsugi, disse: "quero criar algo que fique no coração das pessoas, algo diferente que traga uma experiência nova e que seja única por mais de 10 anos."

Durante o desenvolvimento do jogo a Microsoft Studios tanto do Japão quanto dos EUA estavam em constante colaboração para preparar e lançar essa obra prima, mas de repente, sem motivo aparente, o jogo foi cancelado (pelo menos nos EUA).

Então o jogo foi lançado, certo? sim! Mas só no Japão, o que fez toda a equipe de desenvolvimento decidir, secretamente, desenvolver uma versão do jogo totalmente traduzida (e dublada) pro inglês, sendo assim, procurando convencer os superiores a lançarem pro resto do mundo.

Infelizmente o motivo do cancelamento foi que, no Japão, o jogo vendeu em seu primeiro mês apenas 6 mil cópias e então se o mercado foco não estava interessado no jogo, então quem poderia imaginar que o resto do mundo se interessaria, certo? Errado!

Porque os direitos de publicação do jogo foram comprado (por dois pastéis e uma coca) pela falecida Majesco e o jogo enfim, em sua redenção, foi lançado, irônicamente, nos States. O jogo ainda não chegou de fato a ser um grande sucesso, mas ganhou um público fiel.

Agora, vamos falar do que realmente importa em toda essa Thread, O QUE DE FATO É PHANTOM DUST? Bem... já expliquei, mais ou menos, que Phantom Dust é um jogo de cartas, mas na sua essência é uma mistura de Card Game + Fighting Game em Arena 3D.

O jogo, possui Skills, ou seja, habilidades (Em torno de 350 cartas), que por sua vez, são poderes que você pode utilizar para Atacar, Defender, Receber Efeito, Retirar Efeito, Dar Efeito tanto em você mesmo quanto para os seus inimigos (E até mesmo aliados).

Cada jogador possui 20 de vida, o objetivo de cada um é reduzir a vida do adversário à zero. As cartas dos jogadores são montadas por eles contendo 5 elementos diferentes, se limitando ao uso de 2 ou 3 tipos. O jogo possui Aura, equivalente a sua mana que aumenta com o tempo.

Quanto maior sua pontuação de Aura, skills mais fortes podem ser utilizados, porém, pra balancear, a cada ponto a se chegar, mais lento é o processo consequente, por exemplo, pra chegar do Nv1 para o Nv2 leva meio segundo, pra chegar do Nv9 para o 10 leva uns 5 segundos.

Mas como o jogo consegue aplicar essas cartas em sua gameplay? simples, o jogo se utiliza da distância, caminho, tempo de trejetória, força do poder, custo de Aura e até quantas vezes a habilidade pode ser utilizada, tudo isso se encaixa muito bem na proposta do jogo.

Por exemplo, você tem uma bola de fogo, essa habilidade tem uma distância média, o caminho é retilíneo, tempo de trajetória é de 10m/s, ela da 2 de dano, custa 1 Aura e você pode utilizar quantas vezes que quiser, explicando aqui pode parecer muita coisa, mas é bem intuitivo.

O seu Deck sempre vai ser basear de fato na distância do seu alvo, você não vai querer usar uma habilidade de curta distância em uma arena gigante, nem uma de longa em uma arena apertada. Sempre fique atento aos mapas que você joga para usar definir as suas jogadas.

Lógico que já que é uma Arena 3D a movimentação é importante, então sempre utilize o cenário a seu favor. A destruição de cenário é absurda pra época então derrubando uma ponte em cima do inimigo pra dar dano extra ou jogá-lo para um abismo pode ser uma melhor estratégia.

Entende que não é simplesmente um jogo de cartas que o efeito dela simplesmente acontece e vida que segue? O jogo envolve vários fatores para que a gameplay seja enriquecida e isso não existe mais em lugar algum...

Eu poderia gastar mil tweets só explicando que há diversas habilidades que fazem diversas coisas diferentes e que podem mudar completamente a experiência em cada partida que você joga, a campanha é tipo um SUPER tutorial de tudo que você pode fazer no jogo e é MUITO difícil.

Pulando agora pra campanha! Chega a ser um tanto simplista em algumas questões, mas em outras chega a ser extraordinária. Tem cutscenes super bem feitas, mas todas curtíssimas. Tem uma dificuldade bem alta lá pra metade dela, mas adicionaram uma atualização que dá pra pular fase.

(A dublagem tem uma qualidade duvidosa, mas isso a gente passa pano mesmo)

Basicamente o protagonista, que você pode escolher o nome, é encontrado com uma outra pessoa em um túmulo gigantesco e é acordado por um grupo de sobreviventes neste mundo pós-apocaliptico com uma poeira (Dust) que dá poderes para algumas delas, não sei dizer se é pra todos.

A história é realmente aprofundada nos textos (memórias) que você vai coletando de acordo com as missões, se não fosse a dificuldade alta do jogo e campanha levarias pouquíssimas horas pra finalizar, mas vale a pena, porque o plottwist do final me fez amar esse jogo de paixão.

A trilha sonora é maravilhosa, apesar de algumas partes serem repetitivas por tocar uma mesma música várias vezes, há momentos que se tornaram extremamente marcantes graças ao excelentíssimo trabalho dos compositores.

Os gráficos do jogo são absurdos pra época, chega a ser ridículo o quanto esse jogo consegue ser bonito. É facilmente confundido com um jogo lançado para o Xbox 360. Apesar do design de personagem não ser dos meus favoritos, o trabalho artístico geral me agrada demais.

Em 2014 tivemos um trailer de um Reboot que teríamos de Phantom Dust, mas infelizmente foi cancelado e o estúdio que o estava desenvolvendo faliu. Existe alguns gameplays vazados pelo youtube e tinha potencial, mas acredito que talvez não estivesse realmente caminhando direito.

Como um pedido de desculpas tivemos um "remaster" gratuito que contém suporte para conquistas e que você pode baixar se quiser através da Windows Store tanto no Xbox quanto no PC. O jogo tem até suporte a 4K e você pode sentir na integra a maravilha que é esse jogo.

O jogo possui suporte a um multiplayer online e que, até então, tem seus servidores abertos e você pode testar e se aproveitar pra bater nos amiguinhos em um jogo de cartas só que "real".

Sinceramente, eu gostaria MUITO de um Reboot feito por uma empresa competente ou até mesmo uma sequência, sei lá, mas é um potencial gigantesco que pode ser bem aproveitado nessa maré de jogos genéricos que lançam o tempo todo e não deixam realmente uma marca na indústria.

Yeah I’m not gonna have the time to play this game in my life currently, but for what I’ve played. This is such a special game and was far ahead of its time.
I’m sure it would’ve blown up if released nowadays as it scratches a specific itch.