Mirror's Edge

released on Nov 11, 2008

In a perfect city, were crime is no more and where everything is monitored, you play as Faith; a courier who transports packages via the open rooftops of the city. These "couriers" are known as runners. Murder has come to this city, and now you are being hunted...


Reviews View More

Até hoje tem uma ambientação de cidade única e praticamente indescritível, trilha sonora incrível e tem o melhor parkour dos jogos.

Graficamente divino, bella l'idea. Peccato per i combattimenti.

dubstep remixes of this games soundtrack went so fucking hard in 2010 oh my god

Mirror's Edge is a fantastic but different take on the "FPS" genre. The gameplay itself was very good, with the possible exception of combat. While there were issues with the audio at times, and the story wasn't all that interesting, Mirror's Edge's gameplay more than makes up for it and makes this game a must-play for parkour or video game enthusiasts.

Mirror's edge foi o primeiro jogo que eu zerei pelo xbox game pass depois de 1 e meio que eu descobri que isso existia, então, era um dos jogos que eu tava esperando pegar COM O XBOX GAME PASS, e eu n me decepcionei, tanto.
O jogo é bem cru, mesma opinião sobre portal 1, é bem cru, mas bom, o problema é que o segundo é mil vezes melhor, e eu penso que é a mesma coisa com essa franquia. O jogo tem uma das melhores gameplays, mas um dos piores controles, as vezes, pq depois que vc pega o jeito do jogo, e como a personagem se movimenta, vc consegue se andar por ai pulando entre prédios bem facilmente, o que é de longe a melhor coisa sobre o jogo, outra coisa é a arte do jogo, as cutscenes pra mim é a melhor ideia possível para um jogo em primeira pessoa, muda totalmente a arte do jogo, e é bem original, e parece até um stop motion, e a arte do jogo inteiro também é muito bom, a cidade inteira branca, com alguns lugares com identidades, e a faye sendo um preto nesse mundo branco, e o interior dos prédios com amarelo, azul, e vermelho, que estão em todas as portas, um bom contraste definitivamente.
As coisas ruins são, bem ruins, e isso é um problema, o primeiro é que o port pra pc é uma bosta, n tem as teclas do pc nos controles, oq quando o jogo queria mostrar uma skill nova, é bem difícil de adivinhar qual tecla que era, também o brilho é TODO fudido, se vc aumentar muito, parece uma explosão de branco, e se vc abaixar demais, parece que tá de noite, e o meio junta os dois, talvez o pior, mas o único que é jogável. E a outra coisa que me incomodou muito foi o combate, que ai vem a parte de o jogo estar cru, pq é muito ruim, as armas são horríveis, e a gente é overpower, junto com os inimigos, então vc toma 3 tiros e morre, mas se vc tomar 2, vc recupera como o volverine, ent, é balanceado👌.
E a história é bem fds, mas bem feitas, a melhor coisa com certeza é o mundo, e como ele é construído, como um lugar quase como uma ditadura, bem legal, mas a faye é uma assassina em série, oq não faz muito sentido, pq os policias também podem ter famílias, podem ter pessoas que eles amam, e vc mata eles como se n fossem nada, foge um pouco do ponto, mas eu já vi isso em outros jogos ent fds. Definitivamente bem legal, é um daqueles jogos que tem como jogar, e assistir um vídeo no canto, oq as vezes é só isso que eu preciso, um 3/5 por tá bem cru mesmo, mas ainda sim bom:), e eu devo ter demorado 1 ano inteiro pra zerar esse jogo, pq meu game pass acabava, ou eu só n jogava.